segunda-feira, 28 de março de 2011

Faltam 200 dias


Tic tac tic tac... o relógio não pára. Muito menos para os organizadores dos 16º Jogos Desportivos Pan-Americanos. A mexicana Guadalajara ainda corre atrás de muitos preparativos para a maior competição poli-esportiva das Américas. E faltam apenas 200 dias para a cerimonia de abertura no novíssimo Estádio Omnilife (na foto acima), programada para o próximo dia 14 de outubro. Cidade de íntima ligação com o Brasil. Foi lá, mais precisamente no tradicional Estádio Jalisco, que na Copa do Mundo de 1970 o scratch brasileiro realizou (e ganhou) cinco das seis partidas na campanha invicta do tricampeonato de futebol.
Que tal conhecer um pouco da próxima capital esportiva das Américas? Como a maior parte do México, a principal cidade do estado de Jalisco também surgiu graças a colonização espanhola. O desbravador hispano Nuño de Guzmán deu o nome a Guadalajara em homenagem a sua própria cidade natal, localizada na área central da Espanha. Inicialmente, a irmã caçula mexicana chegou a ser estabelecida em dois locais diferentes. Mas por motivos estratégicos de defesa, contra os povos nativos, foi transferida em 1542 para suas coordenadas definitivas no mapa, na região oeste, junto a costa do Pacífico.

Um dos filhos célebres da cidade é o ator Gael Garcia Bernal que trabalhou em filmes como Diários de Motocicleta (2004), interpretando o revolucionário argentino Che Guevara na juventude, e Babel (2006). Na área musical, nasceu na cidade o grupo pop-rock Maná com músicas romanticas que fazem muito sucesso pelo mundo. Vale dar uma paradinha para ouvir 'Como quisiera', clicando no link abaixo.



Atualmente, Guadalajara tem 4,5 milhões de habitantes o que a torna a segunda maior metrópole do país, perdendo apenas para a Cidade do México com quase nove milhões de moradores. A economia tapatía (gentílico local) se baseia na indústria e prestação de serviços. A próspera "pérola do oeste", como é conhecida, também é um importante centro cultural promovendo eventos de porte como o Festival Internacional de Filmes e a Feira Internacional do Livro. No ano de 2005 foi eleita a Capital Americana da Cultura.